Cidade News

Bahia vence o América-MG, encerra jejum de triunfos e deixa a zona de rebaixamento do Brasileirão

O Bahia teve uma noite de domingo (6) feliz ao fazer as pazes com o triunfo colocando um ponto final no jejum que durava oito partidas e, de quebra, deixou a zona de rebaixamento do Brasileirão. O Esquadrão de Aço venceu o América-MG por 3 a 1, na Arena Fonte Nova, pela 18ª rodada. Everaldo, Cauly e Rafael Ratão marcaram para o time baiano, enquanto Mastriani descontou para o Coelho.

 

Com o resultado positivo, o Tricolor somou 18 pontos e saiu da degola ao assumir o 16º lugar, empurrando o Santos para 17º, com a mesma pontuação, por causa do saldo de gols. Com 10, o Coelho agora é o lanterna da tabela de classificação.

 

O Bahia volta ao gramado no próximo domingo (13), às 11h, na visita ao Atlético-MG, no Mineirão, pela 19ª rodada da Série A.

 

O JOGO

Dono da casa e precisando vencer para sair da zona de rebaixamento, o Bahia começou pressionando no campo adversário. Aos dois minutos, Rafael Ratão finalizou pressionado e a bola bateu no marcador saindo para escanteio.

 

Aos 11, o Tricolor teve um bom contra-ataque pegando a defesa mineira desarrumada. Porém, o ataque baiano acabou de enrolando dentro da área e a zaga do Coelho afastou o perigo. Na pressão dos donos da casa, a bola sobrou com Camilo Cándido que chutou de perna direita, mas mandou para fora. Aos 15, Cauly fez boa jogada, mas finalizou fraco para a defesa de Mateus Pasinato. A resposta do Coelho veio na sequência. Felipe Azevedo invadiu a área e bateu firme, mas Marcos Felipe fez a defesa espalmando para fora. No minuto seguinte, Everaldo puxou o contra-ataque, mas Juninho conseguiu desarmar o atacante do Tricolor. O time mineiro finalizou com Nicolas, que chutou rasteiro e Marcos Felipe caiu para encaixar a bola. Mas a primeira grande oportunidade do Tricolor aconteceu aos 24 minutos. Ademir fez a jogada pelo lado direito e cruzou para a área, mas Rafael Ratão finalizou mal e mandou por cima da meta mineira.

Foto: Maurícia da Matta / Bahia Notícias

 

Everaldo abre o placar para o Esquadrão de Aço
O Esquadrão de Aço abriu o placar com Everaldo aos 25 minutos. Camilo Cándido fez bela jogada pela esquerda, com direito a caneta em Daniel Borges, avançou e cruzou rasteiro. O camisa 9 tocou no cantinho esquerdo de Mateu Pasinato. Bahia 1×0 América-MG

 

O Tricolor queria mais. Aos 28 minutos, Ratão roubou no ataque e lançou Thaciano. O meia tentou dominar, mas perdeu a bola. Dois minutos depois, Gilberto descolou boa enfiada para Ademir, que invadiu a área e cruzou, mas Mateus Pasinato cortou e ficou com a bola. Aos 37, o time baiano armou boa trama pelo lado direito, Cauly cruzou, mas Everaldo finalizou por cima da trave mineira. O Esquadrão de Aço teve outra boa chance aos 42, novamente com o camisa 9, que dominou a bola cruzada vindo pela direita, mas o chute desviou na defesa mineira. Dois minutos depois, foi a vez de Ademir avançar em velocidade e bateu para o gol, mas a redonda acabou desviando na defesa. Aos 45, Cándido fez o cruzamento pela esquerda e Kanu acabou dividindo com Mateus Pasinato. No lance, o goleiro do time mineiro acabou levando a pior e precisou receber atendimento médico no campo paralisando a partida. Após quatro minutos, a partida foi reiniciada. Aos 50, o Tricolor fez boa jogada em velocidade e Everaldo finalizou em cima de Burgos. Os jogadores do Bahia pediram pênalti alegando toque no braço do zagueiro do Coelho, mas após revisão do VAR, o árbitro Matheus Delgado Candançan mandou o jogo seguir.

 

Segundo tempo

Os dois times voltaram com as mesmas formações que terminaram a etapa inicial. Apesar de vencer a partida, o Bahia recomeçou o jogo com a mesma postura da primeira metade, buscando o ataque. Logo com um minuto, Cauly recebeu dentro da área e finalizou em cima da defesa mineira. Aos cinco, foi a vez de Rezende também chutar em cima da zaga.

 

Mastriani empata para o América-MG
O América-MG empatou com Mastriani aos seis minutos. Cruzamento de Benítez na cobrança de falta e o camisa 17, livre de marcação, não precisou nem pular para cabecear no canto de Marcos Felipe para marcar. Bahia 1×1 América-MG

Foto: Maurícia da Matta / Bahia Notícias

 

Cauly recoloca o Tricolor na frente
O Tricolor voltou a ficar na frente com Cauly aos 14 minutos. Rezende retomou a bola e tocou para o camisa 8, que avançou em velocidade pelo lado esquerdo, cortou para a perna esquerda e bateu para o gol. A bola beijou a trave antes de entrar. Bahia 2×1 América-MG

 

Aos 18 minutos, Thaciano invadiu a área, mas acabou caindo. A torcida do Tricolor reclamou pedindo pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir após revisão do VAR.

 

Ratão amplia o placar para o Tricolor
O Bahia chegou ao terceiro gol com Rafael Ratão aos 23 minutos. Cauly costurou e tocou para o atacante no miolo da área, que dominou e bateu. A bola quicou no chão e estufou as redes. Inicialmente, a arbitragem invalidou o lance apontando impedimento do camisa 11, mas o VAR confirmou o gol. Bahia 3×1 América-MG

Foto: Maurícia da Matta / Bahia Notícias

 

O Bahia ainda criou três chances, ambas com a participação de Jacaré, que entrou na partida no lugar de Ademir. Na primeira, o atacante chegou na linha de fundo pela direita do ataque, cruzou, mas o goleiro Mateus Pasinato subiu e ficou com a redonda. Na segunda tentativa, ele soltou uma bomba de fora da área, mas o arqueiro do time mineiro encaixou. Na terceira jogada, o atacante foi acionado em velocidade, tentou encobrir o goleiro, mas acabou caindo na área e o árbitro mandou o jogo seguir.

 

O Tricolor ainda tentou o quarto aos 53 minutos. Matheus Bahia bateu da entrada da área, mas Mateus Pasinato fez a ponte para fazer a defesa e impedir uma goleada baiana.

 

FICHA TÉCNICA
Bahia 3×1 América-MG
Campeonato Brasileiro – 18ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 06/08/2023 (domingo)
Horário: 18h30
Árbitro: Matheus Delgado Candançan (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Daniel Luis Marques (ambos SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Cartões amarelos: Burgos, Mastriani, Benítez, Juninho (América-MG) /  Ademir, Jacaré, Léo Cittadini, Vitor Hugo (Bahia)

Cartão vermelho: Burgos (América-MG)

Gols: Everaldo, Cauly, Rafael Ratão (Bahia) / Mastriani (América-MG)

 

Bahia: Marcos Felipe; Gilberto (Cicinho), Kanu, Vitor Hugo e Camilo Cándido (Matheus Bahia); Rezende, Thaciano (Yago Felipe) e Cauly; Ademir (Jacaré), Rafael Ratão (Léo Cittadini) e Everaldo. Técnico: Renato Paiva.

 

América-MG: Mateus Pasinato; Daniel Borges (Rodriguinho), Burgos, Éder e Nicolas; Javier Méndez (Iago Maidana), Juninho e Martinez; Felipe Azevedo (Benítez), Pedrinho (Everaldo) e Mastriani (Paulinho Bóia). Técnico: Vagner Mancini.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.