Cidade News

O município de Santo Antônio de Jesus (SAJ) foi classificado pelo Atlas da Violência, nesta terça-feira (18)

A cidade mais violenta do Brasil em 2024. No entanto, dados recentes indicam uma drástica redução na taxa de homicídios em 2023. A cidade registrou apenas 23 mortes violentas no último ano.

Os 103 mil moradores de SAJ, conforme o Censo 2022, foram pegos de surpresa pelos dados divulgados pelo Atlas da Violência. Muitos residentes não se identificam com a sensação de insegurança gerada por essas estatísticas. Em resposta, o prefeito Genival Deolino questionou os números, sugerindo que a base de dados utilizada pelo Ipea, o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) do SUS, pode ter inflado as estatísticas locais ao contabilizar mortes de pacientes de outras regiões atendidos no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus.

“Temos sediado em nossa cidade o hospital regional, que atende, além de Santo Antônio de Jesus, a pacientes de mais 32 cidades”, diz Genival. Segundo ele, as vítimas da violência de outras localidades são socorridas no hospital de SAJ, onde acabam indo a óbito. “Certamente essas mortes estão sendo contabilizadas pelo Ipea como de nosso município, quando os atos criminosos são praticados longe daqui”, comenta.

De acordo com registros do 14º Batalhão da Polícia Militar, comandado pelo tenente-coronel Amilton, Santo Antônio de Jesus teve uma queda significativa nos homicídios em 2023. Comparado ao ano anterior, a cidade viu uma redução de 69,3% nas mortes violentas, totalizando apenas 23 casos no ano passado.

“Em vez deste questionável e exagerado número de mortes violentas, que já procuramos saber do Ipea de onde saiu, a informação que temos da Polícia Militar da Bahia é de que houve uma queda de 69,3% na quantidade de homicídios em nossa cidade no comparativo entre 2022 e 2023”.

Embora a segurança pública não seja responsabilidade municipal, o prefeito Genival destaca que a sua gestão desenvolve ações de prevenção à violência e criminalidade.

“Além do apoio às forças policiais, investimos na educação, cultura, esportes e na geração de emprego e renda para que a juventude de nossa cidade siga o caminho do bem”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.